Meu infinito particular




A vida as vezes no choca com suas lições, 
é preciso muitas vezes perder o rumo para encontrar o caminho certo. 
É preciso constantemente abrir mão de muitas coisas que nos pertencem para ter aos mãos vazias na hora de oferecê-las a alguém,
 também é necessário esvaziar o coração antes de oferta-lo, não é algo simples como esvaziar uma mala antes de uma nova viagem. 
Quando se trata de sentimentos e emoções somos de longe os seres mais complexos do universo no entanto a vida é feita de escolhas e nem todas serão fáceis ou absolutas. muitas vezes é preciso arriscar, jogar com a sorte e o azar torcendo por um infinito feliz. Como cantou o eterno cazuza: " Tudo é questão de obedecer o instinto que o coração ensina a ter"
No fim das contas a verdade é que não sabemos de onde viemos, não temos muita certeza de onde estamos e nem tão pouco do para onde iremos mas, se tem algo que aprendi no meu breve caminho até aqui foi que

Ás vezes um sonho nasce dentro de outro sonho.

 Há algo melhor em algum canto do mundo que esteve esperando talvez por alguns anos ou milhares de outras vidas por mãos livres e um coração que sirva como abrigo. 
Como disse uma vez o sábio Guimarães Rosa: 

" O correr da vida embrulha tudo, A vida é assim: esquenta, esfria, aperta, afrouxa, sossega e depois desinquieta.
O que ela realmente quer da gente é coragem"

Essa tal coragem é o que nos move e sua ausência o que nos paralisa na vida, o mundo é um moinho e sempre será feito de altos e baixos
não há como ostentar sempre um belo sorriso de enfeito no rosto
assim como nenhuma tempestade por mais estrondosa não durará além do que deve, só sei que agora mesmo quando chove ouço de longe você me chamando e me protegendo e enquanto a luz não retorna ao Seu devido lugar no céu pra mim isso já é um bom motivo Para sorrir mesmo nas noites mais escuras. Obrigado por ser o meu infinito particular


Playlist:

Cazuza - Sorte Ou Azar
Cartola - O mundo é um moinho 
Agridoce - Dançando 


Caso gostem, compartilhem e voltem sempre. 

Um comentário:

  1. É lindo como você expõe sua opinião e sentimentos no texto. Faz-me lembrar de uns tempos atrás quando comecei a blogar.
    E sobre o post: o mundo realmente é um moinho, tritura nossos sonhos, que nem sempre são mesquinhos. Cabe a cada um correr atrás e não deixar o medo nos abater.

    Beijinhos.
    www.raaymilhomem.com

    ResponderExcluir